Descubra a importância da tecnologia no mercado imobiliário

Descubra a importância da tecnologia no mercado imobiliário

A pandemia de covid-19 trouxe mudanças para todos os setores da economia, inclusive para o mercado imobiliário. Assim, é necessário se adaptar à nova realidade e, para isso, é possível contar com o auxílio da tecnologia.

Ao contrário do que muitos especialistas esperavam no início de 2020, a pandemia de covid-19, causada pelo novo coronavírus, trouxe resultados positivos para o mercado imobiliário. Dessa forma, o setor experimentou um crescimento exponencial no último ano, o que foi motivado pela mudança de perfil e de comportamento dos consumidores.

As alterações no mercado foram responsáveis pelo surgimento de novas necessidades e, dessa forma, os profissionais do setor tiveram de se adaptar rapidamente. Diante desse cenário, corretores, imobiliárias e incorporadoras encontraram uma nova aliada: a tecnologia.

Dados do estudo Indicadores Imobiliários Nacionais do 3º trimestre de 2020 mostram que, de janeiro a setembro de 2020, quase 129 mil novos apartamentos foram comercializados no Brasil. O levantamento foi realizado pela Cbic (Câmara Brasileira da Indústria da Construção) e pelo Senai Nacional (Serviço Nacional de Aprendizagem Nacional), em parceria com a Brain Inteligência Estratégica.

O resultado representa um crescimento de 8,4% em relação ao mesmo período de 2019, o que mostra o bom desempenho do mercado imobiliário em um ano atípico. Dessa forma, é necessário considerar que, ao passar por mudanças, o setor precisou mapear e se adaptar à nova realidade.

Nesse texto você irá descobrir por que o mercado imobiliário teve bons resultados mesmo durante a pandemia, bem como a importância da tecnologia nesse novo cenário e algumas das principais vantagens de investir em imóveis. Continue a leitura!

O crescimento do mercado imobiliário durante a pandemia

A pandemia de covid-19 trouxe um cenário favorável para os bons resultados do mercado imobiliário. Isso se deve, em grande parte, às medidas de distanciamento e de isolamento social, nas quais muitos trabalhadores tiveram de abandonar sua rotina nos escritórios para se dedicar ao trabalho home office.

Dessa forma, é importante ressaltar que a casa ou que o apartamento se tornou muito mais do que apenas a residência de uma família. Diante desse cenário, o imóvel é, além de um lar, o lugar de trabalho e de estudo de grande parte da população.

A campanha Fique em Casa, amplamente divulgada nas mídias on-line e nas mídias tradicionais, como a televisão e o rádio, contribuíram para que os cidadãos enxergassem a casa ou o apartamento como um local de refúgio e de proteção contra o vírus da covid-19.

Desse modo, nos primeiros meses de isolamento social, o Brasil registrou um aumento na procura por materiais de construção, que foram utilizados para a reforma de imóveis, com o objetivo de facilitar o trabalho remoto. Entretanto, com o passar do tempo, muitas pessoas perceberam que as reformas não seriam suficientes e, assim, começaram a procurar imóveis maiores e mais confortáveis para viver.

Entretanto, a busca por casas e por apartamentos mais amplos não foi o único fator que motivou o crescimento do mercado imobiliário. Com a pandemia, os preços dos imóveis, na maioria das cidades, estiveram estagnados. Além disso, é necessário considerar que o Brasil atingiu níveis históricos de redução da taxa de juros.

Em 2020, a taxa básica de juros, conhecida como taxa Selic (Sistema Especial de Liquidação de Custódia), terminou o ano em apenas 2%. Em março deste ano, contudo, o Copom (Comitê de Política Monetária), do Banco Central, se reuniu e definiu o primeiro aumento da taxa em seis anos: atualmente, a Selic está em 2,75% ao ano.

De acordo com o Boletim Focus, divulgado pelo Banco Central no início de 2021, a expectativa é que a taxa Selic suba durante e encerre o ano em 3,75%. Contudo, mesmo com o aumento, o número é considerado baixo e, por isso, as transações imobiliárias continuam a ser favorecidas.

De qualquer modo, o fato é que, tanto em 2020 quanto em 2021, as pessoas tiveram mais acesso a empréstimos e a financiamentos, uma vez que juros baixos representam mais facilidade de pagamento das parcelas.

A Abecip (Associação Brasileira das Entidades de Crédito Imobiliário e Poupança) informou que, nos nove primeiros meses de 2020, mais de R$ 78,8 bilhões em empréstimos foram destinados à construção e à compra de imóveis. Em comparação com o mesmo período de 2019, o resultado se mostra 44% maior.

A importância da tecnologia para o setor

Como você pôde perceber, a pandemia de covid-19 transformou o imóvel em muito mais do que apenas uma residência. Dessa forma, é preciso considerar que as preferências e as necessidades dos consumidores já não são mais as mesmas.

Diante desse cenário, é possível citar, por exemplo, que os escritórios são cômodos extremamente valorizados, especialmente em decorrência do trabalho em home office.

Além disso, uma vez que as possibilidades de encontrar amigos em bares e festas estão restritas, salas e quintais têm sido cada vez mais valorizados, uma vez que se constituem como espaços de lazer.

As mudanças de comportamento mencionadas acima são apenas algumas das que a pandemia de covid-19 trouxe para o mercado imobiliário. Diante dessa nova realidade, portanto, é necessário que empresas e que profissionais do setor se adaptem às novas necessidades de seus clientes.

As preferências relacionadas aos imóveis não foram as únicas que passaram por mudanças durante o período. Isso porque, se antes os consumidores iam até as imobiliárias buscar por uma casa ou por um apartamento, agora não saem de casa sem checar sites de anúncios na internet.

Isso significa, portanto, que os clientes contam com a tecnologia para realizar suas transações e, por isso, as empresas precisam investir no conceito de transformação digital.

A transformação digital é um processo que deve ser adotado por empresas – do mercado imobiliário e de outros setores – que desejam estar atualizadas a respeito das novas tendências tecnológicas.

A tecnologia é, dessa forma, um diferencial para imobiliárias e para corretores, uma vez que permite, entre outros fatores, que:

  • O cliente tenha uma melhor experiência;
  • Os processos sejam otimizados ao máximo;
  • A gestão de pessoas seja otimizada no interior da empresa;
  • Novos produtos e serviços sejam propostos, de acordo com as necessidades dos clientes.

Como inserir a tecnologia na sua imobiliária

A experiência do cliente deve ser o principal objetivo de uma imobiliária, uma vez que, sem o consumidor, não há resultados. Desse modo, é preciso considerar que a tecnologia é uma grande aliada não somente no processo de compra, mas também no período de pré e de pós-venda, nos quais o consumidor também precisa de acompanhamento.

A tecnologia é um dos principais pontos da transformação digital e, por isso, deve estar presente em todos os processos da empresa. O primeiro ponto de foco de uma imobiliária deve ser, portanto, seu site, que, atualmente, é muito mais do que apenas um cartão de visitas.

Agora, o site de uma imobiliária funciona como um portal de anúncios, que será capaz de atrair ou de repelir clientes. Por isso, é importante que você esteja atento a questões como o design do site, a responsividade e, é claro, a velocidade de carregamento das páginas. Nesse aspecto, é importante ter ao seu lado um especialista em TI (Tecnologia da Informação).

Apesar de sua importância, o site não é o único tópico da tecnologia. Dessa forma, é necessário estar atento à gestão interna da empresa, que pode ser realizada por meio de um CRM (Customer Relationship Management) e até mesmo de um aplicativo.

O principal objetivo da tecnologia deve ser, portanto, garantir a melhor experiência do cliente. Para isso, os profissionais devem estar munidos de ferramentas que os permitam organizar suas vendas e suas rotinas.

Outro ponto extremamente necessário na atualidade é o atendimento on-line. O primeiro contato com o cliente é decisivo para o sucesso de uma transação e, por isso, as imobiliárias devem ser referência não somente na qualidade, mas também na agilidade.

Dessa forma, o ideal é que a equipe esteja sempre disponível para atender o cliente da melhor maneira. O atendimento on-line é um excelente aliado, uma vez que permite um contato rápido e ágil.

Por fim, mas não menos importante, é necessário que a imobiliária tenha como foco a redução da burocracia. Com as recentes mudanças de comportamento dos consumidores, é esperado que os clientes queiram transações seguras, menos burocráticas e, é claro, digitais.

Mais uma vez, a tecnologia é determinante, já que, por meio desta, é possível não somente reduzir a burocracia, mas também otimizar processos tanto para o cliente quanto para a empresa.

Vantagens de investir em imóveis

Como você pôde notar, o mercado imobiliário está aquecido e especialistas apontam que os resultados de 2021 serão ainda melhores do que os números do último ano. Dessa forma, investir em imóveis é uma excelente opção para quem deseja iniciar ou diversificar a carteira.

As principais vantagens de investir em imóveis, envolvem, portanto:

  • Estabilidade;
  • Segurança;
  • Alta rentabilidade.

Dessa forma, é possível afirmar que o investimento em casas e em apartamentos tende a crescer e, para atender à demanda, sua empresa precisa estar preparada, especialmente no que se refere à tecnologia.

Quem é a Arbo

Parceiros da Avalyst, a Arbo Imóveis é uma startup do mercado imobiliário que tem o objetivo de simplificar transações imobiliárias, para que se conectar a um imóvel seja felicidade para quem o recebe, quem o entrega e quem o administra.

Oferecem serviços e produtos para o mercado imobiliário de todo o Brasil, como um CRM (Customer Relationship Management) e um aplicativo para corretores, e, além disso, operam um dos maiores portais de imóveis do País. 

A Arbo possui como diferencial a facilitação de processos imobiliários de compra e de locação. Para isso, a empresa conta com ferramentas que desburocratizam processos tanto para imobiliárias, corretores e incorporadoras quanto para clientes que desejam comprar e alugar imóveis. Conheça!

Publicado em 8 de April de 2021 Blog - Avalyst - Garantia Digital de Aluguel sem fiador ou caução